PMs suspeitos de assassinato de churrasqueiro após briga em festa são presos

Rafael Soares
·2 minuto de leitura

Policiais civis da 34ª DP (Bangu) prenderam, nesta segunda-feira, três suspeitos do assassinato de um churrasqueiro após uma briga durante uma festa na madrugada do último dia 22 de novembro. O crime aconteceu em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. Dois dos presos são policiais militares: os cabos Carlos Augusto Felicio Gomes e Wanderson Silva dos Santos. O terceiro é um amigo dos policiais, Nelson Vianna do Nascimento. Os três foram flagrados por câmeras de segurança emboscando Rafael Souza de Lima, 32 anos, após uma briga numa festa que havia acontecido horas antes.

A vítima e os suspeitos haviam sido convidados para uma comemoração de aniversário numa casa de festas próxima ao local do crime. Rafael, que trabalha como churrasqueiro num hotel na Zona Sul do Rio, era amigo da aniversariante e aceitou fazer o churrasco durante a festa. No entanto, segundo testemunhas, em meio à comemoração, ele se envolveu numa briga por ciúmes com a sua mulher, que também estava no evento.

Várias pessoas presentes no evento viram o churrasqueiro agredir a esposa com socos e foram tirar satisfaçao com o homem. A discussão terminou numa confusão generalizada, e Rafael também acabou sendo agredido. Por isso, ele saiu da festa direto para a UPA mais próxima, acompanhado de dois parentes. Após ser atendido e deixar a UPA, o churrasqueiro foi emboscado pelos acusados.

Segundo a investigação da 34ª DP (Bangu), o atirador foi o PM Carlos Augusto Gomes. Quatro disparos de revólver calibre 38 acertaram a vítima. Nelson e Wanderson foram flagrados por câmeras de segurança acompanhando Gomes antes e depois do momento do disparo. A prisão temporária dos acusados foi decretada pela 4ª Vara Criminal da capital.

Durante a operação feita para prender os acusados, policiais apreenderam um revólver na casa de Gomes. O inquérito segue em andamento para que a polícia conclua se essa foi a arma usada no crime.