Pocah rebate fala de Tirullipa sobre perdão a DJ Ivis: "Quem perdoa é Deus"

·5 minuto de leitura
A cantora Pocah. Foto: reprodução/Instagram/pocah
A cantora Pocah. Foto: reprodução/Instagram/pocah

Resumo da notícia

  • Pocah desabafou sobre ter sido vítima de violência doméstica

  • Cantora se manifestou após Tirullipa dizer que DJ Ivis, preso por bater na ex, merece perdão

  • Funkeira declarou que já pensou assim, mas seu agressor não mudou se comportamento

Pocah fez um desabafo nas redes sociais sobre ter sido vítima de violência doméstica. Neste sábado (17), a cantora contou sua história em resposta às declarações do humorista Tirullipa, que pregou o perdão para DJ Ivis. O músico foi preso na última quarta-feira (14), três dias depois de sua ex-mulher, Pamella Holanda, ter denunciado publicamente que era agredida pelo marido.

"Quem perdoa é Deus. Eu já perdoei agressor e o que eu recebi em troca? Mais porrada!", escreveu Pocah, em publicação feita nos Stories do Instagram.

Leia também:

Na sequência, a cantora justificou sua postura. "Eu entendo o pensamento do Tirulipa porque eu também já pensei assim. Eu achava que iria transformar a pessoa que me agredia até porque meu agressor dizia que estava sendo usado pelo diabo e que não queria me agredir e me chutar numa escada quando eu estava grávida de sete meses ou quase me cegar do olho esquerdo", disse.

A ex-participante do "Big Brother Brasil 21" contou ainda que achava que a humilhação "era um testemunho para no futuro para dizer 'Deus mudou minha vida e restaurou a minha família'". "Eu acreditava, juro!", afirmou.

No entanto, com a continuidade das agressões, ela entendeu que o relacionamento precisava chegar ao fim. "Mas ele não parava. Fez com mulheres antes de mim, e outras depois de mim. Quando essa mudança vai ocorrer? Quando a pessoa quiser essa mudança verdadeiramente. Eu acredito sim que Deus transforma, mas bem longe de mim, sem ouvi falar ou consumir o trabalho dessa pessoa", argumentou.

Pocah deixou claro que as marcas dessa violência ficam por muito tempo. "Todo mundo merece uma segunda chance, mas para mim, a chance de um agressor é ainda estar vivo e pagar pelo que causou na mente e no corpo de uma mulher que nunca mais vai esquecer o pesadelo que é sofrer a violência doméstica", disse.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A cantora também aproveitou a ocasião para encorajar outras mulheres que estejam vivendo uma situação parecida a buscar ajuda.

"Hoje eu agradeço a Deus pela transformação na minha vida, agradeço por estar vida e poder testemunhar que eu venci! Mas ainda dói muito pensar que, assim como eu, muitas mulheres já sofreram ou sofrem de violência doméstica. Denuncia, ligue 180, se for necessário exponha nas redes sociais, sim! Coloca no jornal! Faz um sinal de fogo! Mas não se acomode com essa vida! Se eu venci você também pode", incentivou.

Tirullipa defendeu "outra oportunidade" para DJ Ivis

Na última sexta-feira (16), viralizou nas redes o vídeo em que Tirullipa comenta o caso de DJ Ivis e afirma: "Deus me toca, assim… Eu precisei entrar porque as mulheres desse país, isso não é justo, o que ele fez. Mas que Deu vai tocar ele. Eu tenho certeza que esse cara vai voltar transformado um dia e a gente vai dar outra oportunidade sim. Porque o mundo é de oportunidades, o mundo é do perdão".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Bastante criticado pela fala, o humorista voltou às redes sociais neste sábado (17), afirmando que criticou o DJ pelas agressões, que torce que ele aprenda a lição e que defendeu o perdão como "cristão".

Tico Santa Cruz também se posicionou

Em um longo relato no Instagram, Tico Santa Cruz também se manifestou contra o humorista que defendeu Dj Ivis. “Deus é amor, então não faz o menor sentido uma pessoa entrar em uma escalada de violência a ponto de agredir a esposa na frente da sogra e da filha. E aí, depois que é descoberto, e aí, depois que perde dinheiro, contratos, parcerias, vem falar de Deus. Assim como o outro lá, o comediante, vir usar a palavra de Deus e ainda usar um argumento ‘porque eu tenho filhas’, meu amigo, a luta contra a violência doméstica e contra a violência contra mulher não é porque eu tenho filha, mãe, avó, é porque são as mulheres as vítimas de violência historicamente“, disse.

“Isso aí que vocês fazem é para conseguir seguidor, é para parecer bonzinho, para parecer gente boa. Não há mais espaço para esse tipo de correlação, a gente está falando de correlação de poder. Então Tirulipa, faz a sua gracinha em outro lugar. Você tem 26 milhões de seguidores, você quer mesmo perdoar o cara que fez o que fez? Faz o seguinte, começa um trabalho social de conscientização para os seus amigos, para homens violentos, para homens agressores, mostra os dados, mostra os números de mulheres agredidas, os números de mulheres mortas que não têm uma segunda chance”, relatou.

Tico ainda pediu para que o nome de Deus parasse de ser usado em vão, como diz a Bíblia. “Parem de usar o nome de Deus para justificar a maldade de vocês homens, parem de usar o nome de Deus para se proteger depois que são descobertos. Sempre falo em todos os shows, em todos os lugares, Deus é amor não importa sua religião […] Só não faça o uso do nome de Deus em vão. Ninguém aqui está falando para matar o cara, o que tem que ser feito é o seguinte: justiça. E a justiça diz o quê? Que alguém que agride uma mulher tem que ser preso. Cumprir pena, entender, se reabilitar, e aí sim, depois desse processo todo, de pagar as consequências do que fez, aí quem sabe a gente acredita que está arrependendo de verdade”, conclui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos