Poda radical de árvores na Praça Paris causa polêmica

·1 minuto de leitura

Dezenas de galhos deixados no chão da Praça Paris, na Glória, após uma poda radical das árvores no último fim de semana, causaram espanto em quem visitou o espaço. O trabalho de jardinagem foi feito pela prefeitura, que informou ter aplicado a topiária, uma técnica importante para a recuperação dos arbustos. No entanto, imagens de plantas que tiveram praticamente todos os galhos podados, caíram nas redes sociais e causaram polêmica.

Em um vídeo feito por uma frequentadora assídua do espaço, é possível ver grandes galhos de árvore caídos, ainda com as folhagens. "Olha os passarinhos. Eles destruíram muitos ninhos. Dá vontade de chorar", diz ela, no vídeo.O abandono da praça durante a gestão de Marcelo Crivella foi o que motivou a intervenção.

De acordo com a Fundação Parques e Jardins (FPJ), nos últimos dois anos, dezenas de ficus microcarpa (uma espécie de árvore tropical) que compõem a praça não receberam qualquer tipo de cuidado ou serviço de poda artística. "Como resultado da falta de manutenção, os arbustos se desenvolveram excessivamente, perdendo a forma ornamental e original", diz a Fundação, em nota.

O Gerente de Gestão de Praças e Parques Históricos da FPJ, Luciano Caetano, explica que a poda topiária no local se faz necessária para que as espécies recuperem o porte original e o desenho artístico ao longo dos próximos meses. Ele observa ainda que para "esculpir" uma planta são necessários alguns anos de intervenções que envolvem, além da poda, outras técnicas como o uso de estacas e de armações para guiar o crescimento das mesmas.

Segundo a Fundação, já existem propostas adiantadas de entidades públicas para a adoção da área verde, um dos espaços mais queridos dos cariocas na região central da cidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos