Podemos sair do acordo de grãos novamente, mas não vamos bloquear exportação para Turquia, diz Putin

(Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, reservou nesta quarta-feira o direito da Rússia de se retirar novamente de um acordo internacional que permite à Ucrânia exportar grãos pelo Mar Negro, após encerrar quatro dias de não cooperação com o acordo.

Se a Rússia fizer isso, contudo, Putin disse que não impedirá os embarques de grãos da Ucrânia para a Turquia.

No sábado, Moscou desistiu do acordo intermediado pela Turquia e pelas Nações Unidas dizendo que não poderia garantir a segurança de navios civis que cruzam o Mar Negro devido a um ataque de drones à sua frota no local.

A reviravolta desta quarta-feira ocorre após um telefonema entre Putin e o presidente turco, Tayyip Erdogan, na véspera e consultas entre os ministros da Defesa da Rússia e da Turquia.

(Reportagem adicional de Polina Devitt)