Polêmicas de Elon Musk no Twitter vão de política externa a criptomoeda

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O bilionário sul-africano Elon Musk, CEO da Tesla prestes a se tornar também dono do Twitter, é um usuário de destaque na rede que adquiriu por US$ 44 bilhões. Ele costuma usar a plataforma para se posicionar e provocar, sendo pivô de controvérsias.

Com 90 milhões de seguidores, sua conta na rede é movimentada. Entre os CEOs de companhias de big tech —como Jeff Bezos, da Amazon, e Tim Cook, da Apple —Musk é um dos que mais utiliza o Twitter, perdendo apenas para Marc Benioff, dono da Salesforce, segundo levantamento do Wall Street Journal.

Ainda de acordo com a análise do jornal americano, que observou 4.925 postagens de Musk, seu uso da rede se diferencia dos demais CEOs. Lá, ele rebate críticos, "zoa" adversários, expressa suas opiniões e compartilha ideias de negócios. Relembre algumas das polêmicas iniciadas por Musk ou nas quais ele se envolveu:

O GOLPE DE MUSK

Alguns meses após Jeanine Añez assumir o poder na Bolívia, numa manobra em que a então senadora se declarou presidente do país sem votação do Congresso, Musk foi questionado por um usuário a respeito de seu papel na derrubada do governo boliviano de Evo Morales.

"Sabe o que não era do interesse do povo?", disse Armani ao bilionário, "O governo dos EUA organizar um golpe contra Evo Morales para que você pudesse obter o lítio da Bolívia".

Em resposta, Musk afirmou: "Daremos golpe em quem quisermos! Lide com isso". A troca de mensagens foi apagada mas, como é comum dizer nas redes, "o print é eterno".

ACABAR COM A FOME MUNDIAL

Em outubro de 2021, o pesquisador Eli David publicou uma reportagem em que representantes da ONU afirmavam que apenas 2% da fortuna de Musk poderiam ajudar a resolver a fome mundial.

Em resposta, Musk afirmou que se a World Food Programme (WFP), órgão da ONU ligado ao combate à insegurança alimentar, apresentasse um plano detalhado e mostrasse "exatamente como" acabar com a fome, ele venderia ações da Tesla e faria a doação.

O diretor executivo da WFP, David Beasley, reagiu. E afirmou que estava disposto a encontrar Musk em qualquer lugar, "na Terra ou no espaço", para apresentar o trabalho realizado pela entidade.

A discussão se estendeu por algumas postagens, com alfinetadas de Musk em relação à transparência da organização. De fato, a WFP "trucou" a oferta de Musk e lhe enviou um plano detalhado do que faria com US$ 6,6 bilhões que eventualmente recebesse do CEO, que nunca respondeu à proposta.

Mais recentemente, no dia 23 de abril, Bill Gates tornou-se o alvo da "zoeira" de Musk, que tuitou uma foto do fundador da Microsoft com a legenda "no caso de você precisar perder rápido uma ereção".

MUSK CRITICA JORNALISTAS

Em 2018, quando um jornalista criticou o posicionamento de Musk a respeito da imprensa, comparando-o a Donald Trump, ele respondeu que "sempre que criticam a mídia, a mídia grita 'você é como Trump!'. Por que acha que ele foi eleito? Porque ninguém mais acredita em vocês. Vocês perderam a credibilidade há muito tempo."

MUSK E O RESGATE DAS CRIANÇAS TAILANDESAS

Ainda naquele ano, quando o mundo acompanhava o resgate de 12 crianças tailandesas de uma caverna, na qual estavam presas sozinhas com um professor, Musk foi ao Twitter acusar um dos mergulhadores responsável pela operação de "pedófilo".

Pouco antes, o mergulhador acusara Musk de usar o caso para um "golpe de marketing", ao falar publicamente que ia oferecer um minissubmarino. Muito criticado, o bilionário pediu desculpas.

MUSK E AS CRIPTOMOEDAS

Em outra ocasião, com pouquíssimos caracteres Musk mudou o destino da criptomoeda dogecoin. Em poucas postagens, ele associou sua imagem à da moeda, levando à valorização. Em uma delas, Musk publicou uma montagem baseada na animação clássica "O Rei Leão".

Nela, o rosto de Musk substitui aquele de Rafiki, o babuíno meio curandeiro meio xamã que apresenta ao reino animal Simba, o príncipe, representado na montagem pelo cachorro símbolo da dogecoin.

Logo depois, em outra postagem, ele afirmou que a dogecoin é "a cripto do povo".

Isso foi suficiente para que o valor da criptomoeda disparasse em 40%.

MUSK, O REATIVO

Dos 4.925 tuítes analisados pelo Wall Street Journal, um padrão a respeito do comportamento de Musk na rede social emergiu: ele é reativo. O bilionário tem mais publicações na forma de resposta do que de postagens independentes. Ele responde a qualquer um, seja um anônimo crítico com apenas 500 seguidores, seja um representante da ONU com a conta verificada.

Em interação com Jeff Bezos, seu concorrente da corrida espacial dos bilionários, Musk foi sucinto na provocação: respondeu ao dono da Amazon com um emoji de medalha de prata.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos