Polícia alemã retira ativistas de Luetzerath

A polícia de choque alemã retomou os esforços para retirar os ativistas ambientais que montaram barricadas na vila de Lützerath, no oeste do país, para protestarem contra a expansão de uma mina de carvão a céu aberto. Segundo as autoridades, mais de 200 pessoas já saíram voluntariamente, mas muitas resistem em vários edifícios. Outro grupo está instalado em casas de árvores em redor da vila. Esta terça-feira, a polícia entrou na vila e houve confrontos com os manifestantes. Os ativistas dizem que o desenvolvimento da mina irá resultar em enormes quantidades de emissões de gases com efeito de estufa. O governo diz que é necessário garantir a segurança energética do país.