Polícia apreende macaco-prego, tucano e mais 12 pássaros em operação contra o tráfico de drogas no Rio

Marcos Nunes
·1 minuto de leitura

Um macaco-prego foi encontrado por policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), nesta terça-feira, dentro da casa de um suspeito, próximo a um ponto de venda de drogas, na Vila Aliança, em Senador Camará, na Zona Oeste do Rio.

Segundo a polícia, os agentes, que participavam de uma operação da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), com apoio do Departamento Geral de Polícia Especializada e da Coordenadoria de Recursos Especiais, tiveram a atenção despertada para um homem que saiu correndo de uma residência. No interior da casa, que estava aberta, os policiais encontraram uma gaiola com o animal silvestre. O bicho foi apreendido e levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré. Após os procedimentos de praxe, o animal deverá ser levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, em Seropédica, na Baixada Fluminense.

A Polícia Civil apreendeu também na operação um tucano e 12 pássaros, incluindo espécies conhecidas como trinca-ferro e biquinho-de-lacre. As aves estavam em gaiolas recolhidas em diferentes pontos da Vila Aliança. As pessoas que se identificaram como proprietários dos pássaros vão responder por apanhar, utilizar, matar ou perseguir espécies da fauna silvestre. O delito previsto na Lei de Crimes Ambientais tem pena de seis meses detenção e multa em caso se condenação. Os animais também serão levados para o centro em Seropédica.

Durante a operaçao, deflagrada para combater atividades ligadas ao narcotráfico nas comunidades do Rebu, Coreia e Vila Aliança, houve troca de tiros e um homem morreu. Sete pessoas foram presas e uma ossada foi localizada. A polícia apreendeu ainda 11 carros roubados que estavam em uma espécie de depósito, localizado no interior de uma das comunidades.