Polícia britânica mata homem após incidente terrorista próximo à London Bridge

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia britânica matou um homem nesta sexta-feira (29) após um esfaqueamento na área próxima à London Bridge, uma das principais pontes no centro da capital inglesa.

Segundo as forças de segurança londrinas, que foram acionadas às 13h58 no horário local (10h58, em Brasília), "pessoas foram esfaqueadas e feridas", algumas delas gravemente, de acordo o prefeito de Londres, Sadiq Khan.

De acordo com Neil Basu, principal autoridade antiterrorismo do Reino Unido, a ação foi classificada como um ato terrorista. Ele ainda informou que o homem morto a tiros levava, preso ao corpo, o que a polícia afirma acreditar ser um explosivo falso.

Logo após o incidente, vídeos e fotos publicados em redes sociais mostravam vários veículos policiais na ponte e um caminhão bloqueando uma das faixas da via.

Um registro compartilhado no Twitter mostra um grupo de homens lutando com alguém no chão, em uma das calçadas da London Bridge. Um deles se distancia da cena carregando uma faca.

Enquanto observa a confusão, um policial armado afasta uma das pessoas para longe do homem e, logo em seguida, dois tiros são ouvidos. A pessoa deitada então para de se mover. A agência de notícias Reuters não pôde verificar as imagens.

Outro registro publicado no Twitter, filmado de um ponto alto do lado oposto da rua, mostra o que parecem ser três policiais se afastando de um homem deitado na calçada.

Dois dos policiais apontam rifles para o homem, que pode ser visto se movendo levemente.

O prefeito de Londres destacou o "heroísmo de tirar o fôlego" dos londrinos que tentaram desarmar o homem sem saber que o explosivo que ele carregava era falso. "Eles são os melhores."

O serviço de ambulâncias da cidade classificou o caso como grave e enviou diversas equipes ao local.

Testemunhas disseram à imprensa britânica que a polícia chegou rapidamente ao local logo após tiros serem ouvidos. Prédios ao redor foram evacuados pelos serviços de segurança, e a ponte, fechada.

"Estou sendo atualizado sobre o incidente na London Bridge e quero agradecer à polícia e a todos os serviços de emergência pela resposta imediata", disse o primeiro-ministro Boris Johnson em comunicado.