Polícia canadense prende suspeito de esfaqueamentos

Por Valerie Zink

SASKATOON, SASKATCHEWAN (Reuters) - A polícia canadense disse nesta quarta-feira que prendeu o segundo suspeito procurado por um ataque com faca no fim de semana que matou dez pessoas dentro e ao redor de uma reserva indígena.

Myles Sanderson, 30, foi detido no quarto dia de uma intensa caçada depois que as autoridades disseram que ele e seu irmão mais velho eram responsáveis pelos esfaqueamentos. Seu irmão, Damien, foi encontrado morto na segunda-feira.

"Não há mais risco para a segurança pública relacionado a esta investigação", disse um alerta da Polícia Montada Real do Canadá.

Outras 18 outras pessoas ficaram feridas no ataque, que está entre os mais mortais da história moderna do Canadá e abalou um país pouco acostumado a atos de violência em massa.

A polícia disse que algumas das vítimas pareciam ter sido alvos, enquanto outras eram aparentemente aleatórias.

As autoridades não ofereceram nenhum motivo para os ataques.