Polícia cerca homem com possíveis explosivos perto do Capitólio dos EUA

·1 minuto de leitura

Por Julio-Cesar Chavez e Mark Hosenball e Sarah N. Lynch e Lawrence Hurley e Lisa Lambert

WASHINGTON (Reuters) - Agentes da lei cercaram um homem com possíveis explosivos sentado em um veículo perto do Capitólio dos Estados Unidos nesta quinta-feira, enquanto edifícios próximos eram esvaziados e veículos de emergência corriam ao local.

"Esta é uma investigação de ameaça de bomba ativa", informou a polícia do Capitólio (USCP) no Twitter.

O homem estava em um veículo diante da Biblioteca do Congresso, que fica diante do Capitólio, disse uma fonte das forças da lei.

Segundo esta, a presença de explosivos não havia sido confirmada.

Mas no Congresso, pessoas foram notificadas de que o ocupante do veículo disse possuir uma bomba e que as autoridades estavam delineando suas reações com a ameaça em mente, disse um funcionário à Reuters.

Vários prédios próximos foram esvaziados, inclusive a Suprema Corte. Pessoas do prédio de escritórios de Madison foram instruídas a se proteger nos próprios escritórios. Uma estação de metrô próxima foi fechada.

A polícia interditou ruas que cercam o complexo do Capitólio enquanto caminhões dos bombeiros e de resgate seguiam para a área. O Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos disse estar enviando um técnico de bombas para auxiliar a polícia, e o FBI também foi acionado.

A área normalmente movimentada da Colina do Capitólio estava relativamente deserta, e a Câmara dos Deputados e o Senado não estavam em sessão.

"A USCP está reagindo a um veículo suspeito perto da Biblioteca do Congresso", disse a corporação no Twitter. "Mantenham distância desta área".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos