Polícia Civil faz operação contra venda de produtos falsificados em Itaboraí

Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) realizaram nesta quarta-feira uma operação para reprimir a venda de produtos falsificados vendidos no município de Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio.

Durante as diligências os policiais apreenderam diversos produtos com indícios de falsificação e sem a certificação compulsória de agências reguladoras. No local, foram apreendidos produtos como tênis, camisas, calças, bermudas, bonés, óculos, cosméticos, acessórios para telefones celulares e brinquedos.

Ao todo quatro estabelecimentos foram interditados pelos agentes e tiveram seus proprietários conduzidos à DRCPIM para prestarem esclarecimentos acerca da origem dos produtos. A delegacia também investiga uma possível ligação dos comerciantes com a milícia que atua na região.

Os investigados responderão inicialmente por crimes contra a propriedade industrial e contra as relações de consumo, sem prejuízo de outros delitos que vierem a ser apurados no transcorrer das investigações.

A Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial ressalta que vem atuando continuamente no combate à pirataria em áreas dominadas por grupos paramilitares, não somente para coibir a venda de produtos falsificados, mas também com o objetivo de asfixiar financeiramente organizações criminosas que obtém lucros da atividade ilícita.

Todo material apreendido será encaminhado à Perícia e, posteriormente, destruído ou encaminhado à SEAP, onde — por conta de um convênio com a SEPOL— poderá ter a marca descaracterizada por detentos e doados à população carente.