Polícia Civil interdita depósito de calçados falsificados na Zona Norte do Rio

Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM ) interditaram nesta sexta-feira um depósito de calçados falsificados em Vista Alegre, na Zona Norte do Rio. Segundo a Polícia Civil, o espaço pertencia a um colombiano que é suspeito de ser um dos maiores fornecedores de produtos contrafeitos da região da Pavuna.

Caso Flordelis: Perito de defesa que atuou em julgamento de Jairinho e Matsunaga aponta supostos erros em laudos da morte de pastor

Ex-governador: Justiça do Rio revoga duas prisões preventivas contra Cabral, que seguirá preso por decisão do STF

Durante a ação dos policiais foram apreendidas centenas de calçados de marcas famosas, todos com indícios de falsificação.

O colombiano, dono do local, foi conduzido à sede da DRCPIM, onde prestará esclarecimentos sobre a origem dos produtos. O homem responderá por crimes contra a propriedade industrial, além de associação criminosa e outros crimes que possam ser apurados no transcorrer das investigações.

Região serrana: Estudante é encontrada morta em banheiro de apartamento

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o combate à pirataria tem mobilizado a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial. As ações buscam coibir a venda de produtos falsificados e também asfixiar financeiramente organizações criminosas que obtêm lucros a partir dessas atividades ilícitas.

Todo material apreendido foi encaminhado à Perícia e depois seguirá para a destruição.

Covid-19: Vacinação da 2ª dose para crianças de 3 e 4 anos anos será paralisada na capital, informa secretaria