Polícia Civil prende 31 por fraudes em empréstimos consignados no Centro do Rio

Policiais da 31ª DP (Ricardo de Albuquerque) prenderam, na manhã deste sábado, 31 pessoas que participavam de uma organização criminosa especializada em aplicar golpes relacionados a empréstimos consignados. O grupo usava um call center, localizado no Centro do Rio, para fazer contato e convencer as vítimas a realizar as transações bancárias fraudulentas. Os presos tiveram que ser levados para a sede da Polinter num ônibus.

Além dos 31 falsos “agentes financeiros” presos, os policiais encontraram no local mais 13 pessoas que estavam em treinamento para assumir posições no call center. Esse segundo grupo não foi preso e seus integrantes são tratados como “investigados”.

No local, os policiais encontraram e apreenderam centenas de cadernos com dados pessoais e bancários das muitas vítimas espalhadas por todo o país, bem como registros das fraudes já realizadas. Também foram confiscados dezenas de computadores e centenas de contratos formalizados. Após a ação policial a sala onde funcionava o call center foi lacrada.

Todo o material apreendido foi levado para análise com o objetivo de identificar os líderes da organização e levantar qual o montante movimentado pelo grupo. Os presos responderão por formação de quadrilha, crime previsto no artigo 288 do Código Penal.