Polícia Civil prende acusados de espancar homem até a morte em Petrópolis

Agentes da 105ª DP (Petrópolis) prenderam, nesta terça-feira, Antonio Carolos Montes da Silva, conhecido como Toin Coco, e Igor Santana Ribas Candido, ambos acusados de serem os assassinos de Gustavo Fernandes, morto na madrugada do último domingo em um posto de gasolina de Petrópolis, cidade da Região Serrana do Rio.

Acidente com van: Skatista de Santa Catarina morre atropelado no Posto 8, em Ipanema

Recém-nascido em abrigo: Avós maternos vão pedir a guarda de bebê que nasceu no ônibus e de seus três irmãos

Imagens de câmeras de segurança colhidas pela Polícia Civil mostram o momento em que dois rapazes desferem múltiplos chutes na cabeça de Gustavo. Nas imagens, é possível ver que Igor dá 22 chutes quando este já estava deitado no chão sem aparentar nenhuma reação; Antonio chega a dar sete chutes no rapaz na mesma situação. A maioria das agressões foi na cabeça de Gustavo.

Segundo a delegada Cristiana Miguel Bento, responsável pela investigação, o mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal de Petrópolis também nesta terça-feira foi imediatamente cumprido.

Agora, os acusados estão sendo ouvidos pela Polícia Civil e serão encaminhados à Polinter, onde ficarão à disposição da Justiça.