Polícia Civil prende casal acusado de matar e ocultar cadáver de idosa em Campo Grande em 2016

Extra
·1 minuto de leitura

Policiais da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) prenderam nesta quarta-feira, dia 10, um casal acusado de homicídio qualificado e ocultação de cadáver da idosa Cecília Raider, de 64 anos.

O crime aconteceu no ano de 2016, em Pedra de Guaratiba. Contra o casal havia um mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal da Capital.

O casal, conforme as investigações, teria se aproximado da vítima, feito amizade e adquirido sua confiança para posteriormente matar a idosa e ficar com o imóvel dela. Na ocasião, o casal afirmou que havia comprado o imóvel da vítima e que a mesma teria desaparecido com o dinheiro da venda.

De acordo com as investigações, a idosa desapareceu em maio de 2016 e foi vista pela última vez na companhia do casal preso. Investigações da DDPA e diligências feitas encontraram o corpo carbonizado da vítima dentro de um veículo em Campo Grande no dia 25 de maio de 2016.

Durante as investigações a DDPA fez o confronto do perfil genético do cadáver com o da filha da vítima, além de se certificar que o corpo possuía a mesma prótese dentária da idosa morta.

Após o encontro do corpo de Cecília Raider, a delegada titular da DDPA, Ellen Souto, indiciou e representou pela prisão preventiva do casal que vai responder por homicídio e ocultação de cadáver.