Polícia Civil prende chefe de comunidade na Zona Oeste do Rio ligado ao miliciano Zinho

Agentes da Polícia Civil prenderam o chefe da comunidade do Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, nesta quarta-feira. Diogo André Machado dos Santos, o DG, integraria a milícia de Luiz Antônio da Silva Braga, o Zinho, de quem receberia. Ele foi encontrado após os policiais irem até a comunidade para verificar a informação de que haveria milicianos armados, participando de um churrasco, em um bar no local.

Entenda: Alvo de ação da PF, Fundação Getúlio Vargas teve contratos na gestão Cabral na mira do MP do Rio

Acidente: Construção desaba na Rocinha; uma pessoa está desaparecida

Douglas André estava com uma pistola com numeração raspada. O dono do bar, Caio Vinicius do Nascimento, também estava armado com uma pistola calibre 40, segundo a polícia. Apesar de ter certificado de registro para realizar atividades de Colecionamento de armas de fogo, Tiro Desportivo e Caça (CAC) e a arma ter sido adquirida legalmente, como estava num situação sem qualquer relação entre o porte e a prática de tiro desportivo, ele foi autuado pelo porte ilegal de arma de fogo.

No carro de Caio foram encontrados R$ 30 mil em dinheiro. Ele apresentou aos agentes diversas versões para a origem do dinheiro. Segundo a polícia, havia forte indício de ser proveniente do "recolhe", as taxas cobradas na comunidade por milicianos.

'Ficamos com muito medo, foi desesperador', conta marinheiro de navio que bateu na Ponte Rio-Niterói

Também foi recuperado um veículo JAC T40, que estava estacionado em frente ao bar e tinha sido roubado há uma semana nas ruas do Recreio. Luiz Felipe Oliveira Peçanha estava com a chave do veículo.

Os homens foram autuados pelo crime de constituição de milícia privada, receptação e porte ilegal de arma de fogo. Outros dois também foram levados para a Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), mas foram liberados porque não estavam na posse de nenhum material ilícito e nem possuíam mandado de prisão.