Polícia Civil prende em flagrante idosa por crime de maus-tratos a animais em Copacabana

Policiais civis da 13ª DP (Ipanema) prenderam em flagrante, nesta segunda-feira, uma idosa de 80 anos por crime de maus-tratos a animais e guarda de animais silvestres. Lea Flanzboym foi detida durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em seu apartamento, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. No imóvel, foram encontrados 11 cães, um papagaio e uma tartaruga em condições insalubres. A ação contou com o apoio da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (SMPDA).

De acordo com os agentes, no local foi constatado que os animais viviam em um ambiente com fezes e urina por todo o chão. Os cães têm doenças dermatológicas aparentes e estão muito sujos. Não havia comida nos depósitos e a água dos bebedouros estava suja. O apartamento também se encontrava em condições insalubres de higiene e habitação. Em depoimento, a idosa negou haver maus-tratos e disse que os animais eram bem tratados.

De acordo com o delegado titular da 13ª DP, Ricardo Barboza, a representação pelo mandado de busca e apreensão aconteceu após denúncia de vizinhos sobre as condições da residência e a queda de um cão do 10º andar do prédio. A ação desta segunda contou com auxílio de um perito da Polícia Civil e um médico veterinário da SMPDA.

Ainda segundo os agentes, todos os animais foram recolhidos. Os cães foram encaminhados para o abrigo da prefeitura do Rio. O papagaio e a tartaruga foram transferidos para o Ibama, por se tratarem de animais silvestres.

O imóvel foi interditado e a autora foi conduzida para a delegacia, onde foi autuada em flagrante. Ela será encaminhada ao sistema penitenciário e ficará à disposição da Justiça.