Polícia Civil prende pastor evangélico acusado de associação ao tráfico em quiosque na Praia de Itaipu, em Niterói

Extra
·1 minuto de leitura

Policiais Civis da 76ª DP, de Niterói, prenderam na tarde desta sexta-feira o pastor evangélico, Lúcio Flávio Perino de Jesus, de 33 anos, conhecido como "Pastor Lúcio", em um quiosque na praia de Itaipu. Acusado de associação para o tráfico de drogas, o pastor estava foragido e era um dos investigados na Operação Disney. Deflagrada em março deste ano, a operação tinha por objetivo desarticular uma quadrilha de traficantes que explorava o comércio ilegal de TV a cabo e internet em diversas comunidades de Niterói.

Pastor de uma Igreja Evangélica no Morro do Palácio, Perino prestava auxílio material ao tráfico de drogas daquela comunidade, usando inclusive o seu próprio veículo para dar fuga aos traficantes durante as operações policiais e as invasões ao morro por outra facção criminosa. Baseados na análise e sistematização de dados colhidos pelo Setor de Inteligência da 76ª DP, os agentes da delegacia localizaram o foragido da justiça em um quiosque da Praia de Itaipu, em Niterói, onde ele foi preso sem oferecer resistência. Ele será encaminhado ao sistema penitenciário onde permanecerá preso e a disposição da justiça.

No final de março deste ano, O Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Rio, e a 76ª DP (Centro), cumpriram 18 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão contra suspeitos denunciados por associação para o tráfico de drogas em comunidades de Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Uma empresa se associou a traficantes para fornecer sinal de internet clandestina nas áreas dominadas por eles. O bando agia também na manutenção de casas de prostituição, de acordo com a denúncia do MP.