Polícia dos EUA prende homem armado por ameaça a juiz da Suprema Corte

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um homem foi preso na madrugada desta quarta-feira (8) próximo à residência do juiz da Suprema Corte dos EUA Brett Kavanaugh, no estado americano de Maryland, após dizer a policiais que planejava matar o magistrado, segundo o tribunal.

De acordo com a imprensa americana, o suspeito tem entre 20 e 30 anos e carregava ao menos uma arma, além de ferramentas que poderiam ser usadas para invadir a casa do juiz, no condado de Montgomery, na região metropolitana de Washington, capital do país. Não está claro como a polícia chegou ao homem, que foi parado em uma rua próxima à residência de Kavanaugh, segundo o jornal americano Washington Post.

Conservador, Kavanaugh foi indicado para a Suprema Corte pelo ex-presidente Donald Trump em 2018.

De acordo com o Washington Post, pessoas ligadas à investigação disseram que o suspeito preso estava nervoso com o vazamento do rascunho, no começo de maio, que indicava que a Suprema Corte mudaria seu entendimento sobre o aborto, hoje garantido por decisão do tribunal. O vazamento ensejou reações e manifestações de grupos que defendem que o aborto é um direito constitucional, e houve protestos em frente à casa de Kavanaugh.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos