Polícia e Justiça interditam loja de pneus que foi alvo de busca e apreensão por fraude e coação

Policiais da 21ª DP (Bonsucesso) e oficiais de Justiça realizaram, na manhã desta segunda-feira, a interdição d e uma oficina de pneus em Ramos, na Zona Norte do Rio. Na sexta-feira, o estabelecimento já havia sido palco de busca e apreensão pela delegacia. Na mesma ocasião, foi efetuado uma prisão em flagrante do gerente e um dos mecânicos pelo crime de estelionato.

Operação: Empresários são alvos de busca e apreensão por fraude e coação em loja de pneus em Ramos, Zona Norte do Rio

Medo no campus: 'Ele está com medo até de descer do prédio', diz pai de aluno sequestrado no Cefet; estudantes vivem insegurança

Nova doença: Varíola dos macacos: Ministério da Saúde confirma segundo caso no estado do Rio

De acordo com a investigação, durante a troca dos acessórios, na sede da empresa, os funcionários da loja retiravam peças novas dos veículos alegando estarem com problemas, forçando os motoristas a pagarem ainda mais pelo reparo.

De acordo com o delegado Hilton Alonso, titular da 21ª DP, a fraude possuía algumas ramificações, mas em regra consistia “em ofertar uma promoção de troca de pneus na internet por um preço abaixo do mercado e após captar esses clientes para o serviço de troca de pneus, esses clientes eram constrangidos a realizar outros serviços muito mais caros, não solicitados e em regra desnecessários”.

O delegado explicou que em alguns casos, as peças dos veículos eram trocadas sem autorização do cliente e o carro não era liberado até o pagamento, sendo constatado por perícia que algumas peças indicadas nas notas de serviços nem eram trocadas. Em outros casos, após retirar de peças, os clientes alegavam que ouviam barulhos de marteladas e posteriormente eram informados do dano existente em suas peças que tinha sido retiradas e levadas para um local no interior da oficina.

Solidariedade: Ex-morador de rua distribui alimentos, roupas e kits de higiene no Centro do Rio

De acordo com a 21ª DP, os responsáveis pela empresa já foram indiciados em outros inquéritos “pelos crimes de estelionato, dano e associação criminosa”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos