Polícia encerra balada clandestina com mais de 300 pessoas na zona leste de SP

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar encerrou uma balada clandestina com a cerca de 300 pessoas, a maioria jovens, em um bar na Cidade Patriarca (zona leste de São Paulo), na madrugada desta quinta-feira (24). A operação foi realizada pelo Comitê de Blitze do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo, com apoio da Polícia Militar e da GCM (Guarda Civil Metropolitana).

Os policiais chegaram ao local após uma denúncia anônima. Os frequentadores estavam aglomerados e a grande maioria não usava máscara de proteção. Quatro pessoas foram encaminhadas para delegacia, entre elas o DJ e o organizador da festa. Um frequentador foi detido por desacato contra um delegado que participava da blitz.

Na ação, o Comitê apreendeu 42 máquinas de crédito e débito, dois mixers, um receptor de som e um laptop. O caso foi encaminhado para o DPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania), onde foi registrado um boletim de ocorrência de descumprimento de medida sanitária e desacato.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site www.procon.sp.gov.br, ou pelo email secretarias@cvs.saude.sp.gov.br, do Centro de Vigilância Sanitária.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos