Polícia encontra 500 litros de bebidas destiladas adulteradas em depósito em Ricardo de Albuquerque

Extra
·1 minuto de leitura

Policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) estouraram, nesta sexta-feira, um depósito em Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte do Rio, onde era feito envasamento e distrubuição de bebeida adulterada. No local foram encontrados mais de 500 litros de destilados — como vodca, gin e uísque. Todo o material encontrado no espaço foi apreendido e encaminhado para perícia. O dono do depósito foi preso em flagrante por crime contra o consumidor.

Os agentes chegaram até o depósito após um trabalho de monitoramento. Eles descobriram que o dono do local usava marcas de qualidade inferior e desconhecidas no mercado — que custam cerca de R$ 10 a garrafa — e envasava como se fossem de marcas superiores, inclusive importadas.

As garrafas das bebidas originais eram adquirias vazias em eventos no Rio de Janeiro. O dono do depósito reproduzia rótulos, tampas e selos fiscais similares aos originais para ludibriar os consumidores. Os produtos adulterados eram distribuídos por ele em casas noturnas e bares.

Além das bebidas, a polícia encontrou no local lacres falsos, cola e funis usados para fazer a montagem das garradas falsificadas.