Polícia encontra corpo de menino que estava desaparecido em MT e apreende menor suspeito

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil de Mato Grosso encontrou neste domingo (20) o corpo do menino Ryan Rodrigo de Oliveira, 10, que estava desaparecido desde a última quinta-feira (17). Um adolescente de 14 anos, que não teve o nome revelado, foi apreendido pela polícia e teria confessado o crime em depoimento.

As investigações do caso começaram na sexta-feira (18), quando uma tia da vítima registrou um boletim de ocorrência do desaparecimento de seu sobrinho. Diversas diligências foram feitas desde então para tentar encontrar o garoto.

Imagens de câmeras de segurança obtidas pela polícia mostraram que o suspeito teria sido a última pessoa a se encontrar com Ryan antes do desaparecimento.

De acordo com os policiais, ao localizarem o menor e questioná-lo sobre o paradeiro da criança desaparecida, ele teria entrado em contradição e, depois, confessado ter cometido o crime.

Em depoimento aos policiais, ele disse que convidou Ryan para tomar banho em um córrego e lá cometeu o crime. A principal suspeita é de que o menor tenha asfixiado Ryan e, em seguida, o afogado. Depois, ainda o atingiu com pedradas na cabeça.

Após a morte, o corpo foi arrastado por cerca de 300 metros, conforme a polícia mato-grossense. O corpo de Ryan foi encontrado em uma região de mata, na cidade de Tangará da Serra, localizada a cerca de 250 quilômetros da capital, Cuiabá.

Segundo o delegado Gustavo Espíndula, responsável pelas investigações, o suspeito disse que o motivo seria um suposto bullying feito contra ele pela vítima, mas a motivação ainda está sendo investigada pela polícia.

De acordo com a Polícia Civil, o menor foi autuado por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.