Polícia encontra leão furtado de criadouro no interior de São Paulo



A Polícia Civil de Maringá (PR) encontrou neste sábado (3) o leão Rawell, de 9 anos de idade e 300 kg, desaparecido desde quinta-feira após ter sido levado do Conservacionista São Francisco de Assis, localizado em Monte Azul, interior de São Paulo. O animal foi achado no criadouro de seu ex-dono.

As autoridades cumpriram mandato de busca no terreno do homem, tido como principal suspeito pelo furto, quando encontraram o leão. A polícia permaneceu no local até às 16h20 e o ex-dono ainda não foi localizado.

Antônio Brandão Neto, delegado responsável pela investigação, disse que ainda não há uma confirmação de que o leão encontrado seja Rawell. Segundo um dos coordenadores do criadouro, o antigo dono do animal o doou porque queria trabalhar somente com tigres. Entretanto, o homem vinha tentando reaver Rawell para colocá-lo em um comercial de televisão.

O caso
O leão foi doado ao Criadouro Conservacionista São Francisco de Assis há quase cinco anos. Teria chegado ao local bastante debilitado, mas agora estaria recuperado e saudável. Um animal bem cuidado e com possibilidade de viver ainda mais cerca de 20 anos valeria perto de R$ 100 mil no mercado negro.

Vizinhos contaram que perceberam uma movimentação na madrugada, no momento do furto, mas disseram que não desconfiaram porque o local recebe muitos bichos. Rawell era considerado um hóspede dócil, apesar do tamanho e do apetite - ele come mais de 5 quilos de carne por dia.

O veterinário Oswaldo García Júnior, responsável pelo resguardo do animal, afirmou que os autores do roubo provavelmente sedaram Rawell antes de tirá-lo da jaula, já que, segundo ele, o felino não é dócil e nem pacífico.

"Deve ter sido alguém que sabia lidar com leões. Tratar um animal desses não é fácil", afirmou o veterinário. Segundo ele, pelas marcas encontradas no chão, o animal deve ter sido arrastado em algum objeto pesado até a caminhonete.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos