Polícia faz operação contra desvios e fraudes na Saúde de Arraial do Cabo; ex-secretário é um dos alvos

Extra
·1 minuto de leitura

A Polícia Civil deflagrou uma operação contra desvios e fraudes na área da Saúde em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, na manhã desta segunda-feira, dia 9. Os agentes visam cumprir 12 mandados de busca e apreensão em cinco municípios: capital do Rio de Janeiro, Arraial do Cabo, Búzios, Saquarema e São José de Ubá. A ação, que recebeu o nome de “No Fio do Bigode”, em referência à celebração de contrato de boca, tem entre os alvos o ex-secretário de Saúde de Arraial do Cabo, Antônio Carlos de Oliveira, conhecido como Kafuru, que deixou o cargo há cinco meses.

Segundo o site "G1", as investigações apontam que uma das empresas investigadas recebeu verbas públicas por mais de um ano, mesmo sem ter contrato assinado com a Prefeitura. Juntas, as empresas investigadas, que pertencem aos mesmos donos, receberam da Secretaria Municipal de Saúde, nos últimos quatro anos, mais de R$ 6 milhões.

A ação faz parte de uma investigação da 132ª DP (Arraial do Cabo), realizada em parceria com o Ministério Público Estadual, que apura fraudes em licitação, irregularidades na contratação, por parte da Prefeitura de Arraial do Cabo, de dois laboratórios de análises clínicas, cobrança por exames que nunca foram feitos e falta de assistência à população.

Os mandados são cumpridos também em um hospital de Búzios e em endereços de empresas e de residências dos investigados, entre eles, uma fazenda.