Polícia faz operação para desarticular quadrilha de roubos de carros que negociava veículos em aplicativo de mensagens

Wemerson Roberto da Silva Camilo foi preso em operação da 50ª DP

Policiais da 50ª DP (Itaguaí) realizam nesta manhã uma operação para cumprir 11 mandados de busca e apreensão contra suspeitos que negociam a compra de carros roubados com uma quadrilha especializada nesse tipo de crime. Até o momento, um homem foi preso e identificado como Wemerson Roberto da Silva Camilo.

Os mandados são cumpridos em dez residências e em uma empresa localizadas no Rio de Janeiro e em Rio das Ostras, na Região dos Lagos. Policiais procuram por veículos roubados e outros bens ilícitos que podem culminar em prisões em flagrante ou servir de provas para a investigação.

Segundo a polícia, a organização criminosa solicitava o serviço de transporte por aplicativo na área de Santa Cruz ou Campo Grande, Na Zona Oeste do Rio, para uma viagem até o bairro Santa Cândida, em Itaguaí.  Durante o trajeto, o motorista era rendido e levado para um terrono baldio usado como cativeiro. Ele era mantido no local até que um assaltante fugisse com o carro.

Os investigadores decobriram que a quadrilha criou um grupo no aplicativo de mensagens Whatsapp denominado "A grande família" por onde organizavam os crimes e mantinham contato com os receptadores, inclusive aceitando encomendas de veículos. Dependedo do modelo, ano e estado de conservação,  o veículo valia de R$ 500 a mil reais. Após a compra ilegal, eles eram clonados e revendidos.