Polícia fecha clínica de reabilitação clandestina no litoral de SP

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um homem de 40 anos foi preso nesta segunda-feira (22) em Ubatuba (226 km de SP) suspeito de manter uma clínica clandestina na região de Praia Dura.

No imóvel, que funcionava como uma clínica de reabilitação, os agentes da Polícia Civil encontraram alimentos com o prazo de validade vencido, que eram distribuídos aos internos. Máquinas de cartão de crédito, pastas e papéis com anotações, documentos e medicamentos também foram apreendidos.

Segundo a polícia, a clínica não possuía alvará ou qualquer licença para funcionamento. Além disso, três homens que estavam "internados" no local falaram que estavam ali porque a família pagava um valor mensal.

O caso foi registrado como crime contra as relações de consumo, falsificar, corromper, adulterar ou alterar produtos terapêuticos/medicinais, sequestro e cárcere privado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos