Polícia fecha distribuidora com 14 toneladas de alimentos impróprios para consumo na Grande SP

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um empresário foi preso pela Polícia Civil na última sexta-feira (29), em Carapicuíba (Grande SP), sob a suspeita de comercializar produtos impróprios para consumo em uma distribuidora do bairro Cidade Ariston.

Os agentes foram ao local após receberem uma denúncia anônima. Segundo a nota da polícia, o estabelecimento não seguia os padrões de higiene e refrigeração exigidos por lei. Com apoio da Vigilância Sanitária e do Instituto de Criminalística, foram encontrados produtos impróprios para o consumo.

De acordo com a polícia, foram apreendidos cerca de 14.400 kg de alimentos, entre carne de frango, hambúrgueres, linguiças e salsichas, e aproximadamente 22 mil potes de margarina.

A distribuidora foi lacrada e o proprietário, preso em flagrante.

Produtos vencidos são nocivos à saúde Alimentos que estão com a data de validade vencida não devem ser consumidos, mesmo que apresentem um bom aspecto visual.

Além de estarem mais propensos à ação de fungos e bactérias, substâncias dos próprios alimentos começam a se modificar, depois deste período, podendo causar intoxicações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos