Polícia Federal faz operação, na Zona Oeste do Rio, contra suspeito de divulgar pornografia infantil

A Polícia Federal realiza, na manhã desta terça-feira, a operação Ibeji, contra a divulgação de pornografia infantil na Internet. Foi cumprido um mandado busca e apreensão na residência de um suspeito de publicar, na rede mundial de computadores, vídeos e fotos de sexo envolvendo crianças e adolescentes.

Relembre: Homem que armazenava arquivos com pornografia infantil é preso pela PF em Maricá

Ministério Público: Operação nesta terça-feira contra corrupção de policiais pelo jogo do bicho

Na casa do homem, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, os agentes encontraram diversos desenhos, aparentemente feitos por crianças, colados nas paredes do imóvel.

A operação foi realizada pelo Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos (GRCC), e teve policial internacional. Após as investigações, que apontaram o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes na internet, a 6ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro expediu o mandado de prisão.

O investigado responderá criminalmente por disponibilizar pela internet vídeo e fotografia contendo cena de sexo explícito ou pornografia envolvendo criança ou adolescente, cuja pena pode chegar a 8 (oito) anos de prisão.

O termo Ibeji, que batizou a ação policial, é oriundo da mitologia africana e associado à proteção das crianças.