Polícia Federal investiga uso de documentos falsos na obtenção de armas de fogo

Léo Rodrigues - Correspondente da Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou hoje (16) a Operação Fogo de Palha com o objetivo de investigar o uso de documentos falsos para obter autorização de aquisição de armas de fogo. As falsificações teriam sido feitas na cidade de Iturama (MG). Elas envolvem principalmente declarações de residências e comprovantes de endereços.

Foram cumpridos cinco mandados judiciais de busca e apreensão, sendo um no município mineiro e outro em Urânia (SP). Os alvos são residências de pessoas beneficiadas pela fraude e em endereços ligados a um despachante.

Além obter mais provas para elucidar o esquema criminoso, a Polícia Federal busca ainda localizar e apreender as armas de fogo obtidas de forma irregular. É possível também que existam mais beneficiários ainda não identificados.