Polícia Federal prende suspeitos de ataque hacker ao STF

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — A Polícia Federal (PF) realiza na manhã desta terça-feira uma operação contra suspeitos de realizarem um ataque cibernético contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Foram expedidos mandados de prisão temporária contra três suspostos hackers, dos quais dois já foram cumpridos e um está em execução.

Também estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Itumbiara (GO), Bragança Paulista (SP), Belém do São Francisco (PE), Jaboatão dos Guararapes (PE) e Olinda (PE).

De acordo com a PF, a investigação começou após a equipe de tecnologia da informação do STF identificar, no início de maio, indícios de uma ataque contra o site do tribunal.

Estão sendo investigados os crimes de invasão de dispositivo informático e associação criminosa. As penas dos dois, somadas, podem chegar a cinco anos de prisão.

A operação foi batizada de LEET, nome de de uma linguagem utilizada na internet na qual as letras são substituídas por números e outros símbolos.