Polícia flagra falsa equipe da Vivo furtando cabos em galeria subterrânea em São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cinco homens uniformizados com roupas da Vivo foram presos em flagrante, na manhã desta quinta-feira (27), no momento em que furtavam cabos de cobre em uma galeria subterrânea no Sacomã, zona sul da capital paulista.

Os 118 metros de cabos apreendidos com os criminosos, segundo a Polícia Civil, estão avaliados em R$ 36.810.

Policiais do Deic (Departamento Estadual de investigações Criminais) receberam uma denúncia sobre uma ação criminosa, em andamento, na rua Abagiba.

Chegando ao local, os agentes abordaram dois suspeitos, em uma Kombi, na qual havia o logotipo da empresa de telefonia. A dupla aguardava outros três comparsas, que estavam em uma galeria subterrânea.

Com a ajuda de um pé de cabra, policiais da 3ª Delegacia do Patrimônio abriram uma tampa de ferro do asfalto, localizando o trio suspeito. O momento do flagrante foi registrado em vídeo.

No subterrâneo, de acordo com a polícia, os criminosos usavam guilhotinas e catracas de tração para retirar o material da galeria.

Os criminosos estavam com uniformes semelhantes aos vestidos por funcionários da Vivo, "para simular legitimidade no que estavam fazendo", diz trecho de nota do Deic.

Os cinco suspeitos, cujos nomes não foram revelados, foram presos em flagrante por furto e associação criminosa.

O material apreendido com eles, acrescentou a polícia, foi devolvido à empresa.

A assessoria de imprensa da Vivo afirmou, por meio de mensagem, que apura o caso. Também disse ter enviado uma equipe técnica para o local e que aguardava a liberação de seu acesso para restabelecer o serviço.