Polícia francesa confunde bala de morango com drogas sintéticas

·1 minuto de leitura
Balas de morango da marca Tagada

A polícia francesa havia anunciado a apreensão de um grande lote de droga sintética MDMA em um laboratório clandestino perto de Paris. Essa descoberta, no entanto, resultou ser de uma bala com sabor de morango, disseram várias fontes nesta sexta-feira (19).

A polícia de Paris anunciou na quarta-feira no Twitter que havia encontrado um laboratório de embalagem de narcóticos (MDMA, êxtase) em Saint-Ouen que "abastecia festas clandestinas" e que apreendeu mercadorias no valor de um milhão de euros.

O tuíte foi acompanhado de duas fotos que mostravam quantidades de pó rosa e pequenas balas da mesma cor embaladas.

No entanto, a análise toxicológica realizada na quinta-feira concluiu "que o pó apreendido no apartamento era um 'pó neutro', que não continha narcóticos ou substâncias tóxicas", disse a Promotoria de Bobigny à AFP.

Eram, na verdade, "balas de morango Tagada" trituradas, uma guloseima popular, disse uma fonte próxima à investigação.

we-sab-nk/mep/or/pc/jz/aa