Polícia indonésia mata seis supostos militantes islamitas

Policial em Surabaia, Indonésia, no dia 8 de abril de 2017

A polícia da Indonésia abateu seis supostos militantes ligados ao grupo Estado Islâmico (EI) em um tiroteio na ilha de Java neste fim de semana, informou neste domingo um porta-voz da polícia.

No sábado, sete homens dirigiram até uma delegacia de polícia e dispararam contra os oficiais. Ninguém ficou ferido, mas teve início uma perseguição policial. Os suspeitos abandonaram, então, seu veículo e entraram em uma zona de cultivos em Tuban, no leste de Java.

"Quando a polícia local entrou na zona, foram ouvidos tiros. Ocorreu um tiroteio e seis dos sete homens morreram", explicou um porta-voz da polícia, acrescentando que o sétimo foi detido.

A polícia afirma que os criminosos formavam parte da rede Jamaah Ansharut Daulah (JAD), ligada ao EI, que foi responsabilizada por uma série de ataques recentes na Indonésia.