Polícia investiga 'ameaça de bomba' perto do Congresso dos Estados Unidos

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A polícia de Washington evacuou a área próxima ao Capitólio, a sede da Suprema Corte dos Estados Unidos e alguns prédios públicos hoje devido à suspeita de bomba, informam as autoridades locais.

O prédio do Capitólio também foi fechado para visitantes e as pessoas levadas para partes seguras da estrutura. Já o Congresso está vazio porque essa é uma semana de férias.

Segundo os agentes, um veículo suspeito estacionou próximo à Biblioteca do Congresso e pode ter explosivos em seu interior. O FBI se uniu à Polícia do Capitólio e tenta "iniciar um diálogo" com um homem que estaria dentro do carro.

"Ainda estamos trabalhando nesta investigação. Vamos atualizá-los assim que tivermos informações que possam ser divulgadas ao público", informou a polícia do Capitólio.

A Casa Branca estava monitorando a situação e recebendo atualizações das autoridades policiais, informou a CNBC.

Dezenas de agentes estão isolando a área, em um local que já estava recebendo uma proteção especial desde a invasão do Capitólio desde o dia 6 de janeiro por apoiadores do então presidente Donald Trump. O ataque resultou em cinco mortes.

Em 2 de abril, um policial foi morto e outro ferido após um homem lançar seu carro contra as barreiras de proteção instaladas no local.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos