Polícia investiga se morte em BMW blindada atingida por 80 tiros tem ligação com contrabando de cigarros

A principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) sobre a morte de Tiago Barbosa, de 36 anos, é que o crime tenha ligação com o contrabando de cigarros. O rapaz estava em uma BMW X6 blindada avaliada em R$ 800 mil, na tarde do último dia 15, em Nova Iguaçu, quando o carro foi atingido por mais de 80 tiros de fuzis e pistolas. Ele já havia sido preso por porte ilegal de arma e contrabando.

De acordo com o relatório do Grupo de Local de Crime (GELC) da DHBF, ao redor do carro, no bairro da Luz, próximo ao shopping e ao fórum da cidade, foram recolhidos 42 cartuchos de fuzis e pistolas, um bracelete, um cordão, um anel, um relógio da grife Versace, três aparelhos celulares, três Iphones, além de uma carteira contendo quatro cartões em nome de Tiago e R$ 200.

Na ocasião, vídeos circularam nas redes sociais mostrando a BMW X6 com diversas marcas de tiros sobretudo na porta do lado esquerdo. Entre o vidro lateral e a maçaneta do motorista, havia pelo menos 50 perfurações, o que indica que os disparos teriam sido feitos de uma distância curta ou média. Também havia marcas no lado direito da carroceria do carro.

Nas imagens, um homem que aparentemente se encontra próximo do local do homicídio alerta uma criança sobre o perigo: “Sai que a bala vem para cá e voa aí". Em seguida, uma rajada de disparos é ouvida por cerca de seis segundos. Em áudios, uma mulher, que teria testemunhado o crime, afirma que os dois bandidos estavam encapuzados.

O estrago feito no veículo pelos disparos revela que a BMW teria a cor preta como original. O carro, no entanto, teria passado por uma espécie de envelopamento, um processo de adesivagem para preservar a pintura, e ficou vermelho.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico-Legal de Nova Iguaçu para passar por exames de necropsia. Agentes da DHBF também analisam imagens de câmeras de segurança da região para chegar aos autores e a motivação do crime.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos