Polícia liberta mulher levada como refém em tentativa de assalto a loja em Angra dos Reis

·1 minuto de leitura

RIO - A funcionária de uma loja de telefonia celular no Centro de Angra dos Reis foi feita refém durante tentativa de assalto ao estabelecimento na manhã desta quarta-feira. Segundo a Polícia Militar, três homens participavam da ação que foi frustrada pela chegada dos policiais. Dois foram presos e um deles tentou fugir levando com ele a mulher, que foi libertada após o acusado ser baleado.

A tentativa de assalto aconteceu por volta das 8h30. Pouco depois da loja de telefonia celular ter sido aberto, os três homens entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. A ação foi frustrada pela chegada de uma equipe em serviço pelo Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), que havia sido acionada.

O homem que tentou fugir com a vítima estava armado e vestia uma blusa idêntica a que é usada pelos funcionários. Vídeos da ação mostram várias pessoas gritando “larga ela”, “solta ela”, “você está cercado, irmão. Se entrega de boa”. Várias viaturas vieram em socorro. A mulher ficou pelo menos cerca de 20 minutos em poder do homem.

A Polícia Militar informou, por meio da assessoria de imprensa, que agentes do 33ºBPM (Angra dos Reis) prenderam dois suspeitos e libertaram a vítima. Uma arma foi apreendida. Um terceiro criminoso fugiu.

Ainda segundo a PM, um policial civil que passava pela região no momento da ação feriu um acusado. Ocorrência foi registrada na 166ªDP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos