Polícia de Londres acusa homem de assediar mulheres em fila para ver caixão da rainha

Fila para velório da rainha Elizabeth

LONDRES (Reuters) - A polícia de Londres disse que um homem foi acusado nesta sexta-feira de dois casos de assédio sexual depois que duas mulheres relataram terem sido assediadas em um jardim onde as pessoas faziam fila para ver o caixão da rainha Elizabeth.

Dezenas de milhares de pessoas têm formado fila em Londres nos últimos três dias, algumas passando a noite esperando, para prestar homenagem à monarca, cujo caixão permanecerá no Westminster Hall do Parlamento britânico até segunda-feira.

Adio Adeshine, de 19 anos, que compareceu à Corte de Magistrados de Westminster nesta sexta-feira, também foi acusado de violar uma ordem de prevenção de danos sexuais, de acordo com a Polícia Metropolitana.

"Como os presentes na fila devem ter visto, os policiais estavam à disposição para responder de imediato e prender o homem", disse o vice-comissário assistente Stuart Cundy em comunicado.

"Agentes e policiais em Londres estão presentes em toda a rota para ajudar e apoiar aqueles que estão na fila para prestar homenagem à Sua Majestade a rainha... Houve muito pouco crime ou outros incidentes em que os policiais tiveram que intervir."

(Reportagem de Muvija M)