Polícia Militar intensifica combate à covid. Mais de 100 agentes foram afastados este ano

·2 min de leitura

A partir da variante Ômicron, a Diretoria Geral de Saúde (DGS) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro resolveu intensificar as estratégias de combate ao coronavírus.

Segundo boletim interno da corporação, foi registrado aumento no número de atendimentos do setor de triagem covid do Hospital Central da Polícia Militar, com consequente afastamento de agentes, incluindo profissionais de saúde, além de mais internações por coronavírus. Por isso, foi determinada a suspensão das visitas aos pacientes internados; a redução do número de cirurgias eletivas, com priorização das oncológicas e emergenciais; e a redução das consultas ambulatoriais para reforçar os atendimentos covid.

A nova orientação é afastar por sete dias agentes com quadros de síndrome gripal, com reavaliação em casos de agravamento. A corporação também pede que os policiais evitem aglomerações, contato com pessoas doentes, usem máscara, lavem as mãos e usem álcool em gel, mantenham os ambientes ventilados e respeitem o distanciamento seguro de demais pessoas nos ambientes de trabalho.

Nas duas semanas de janeiro, do total do efetivo da ativa, 110 policiais militares foram afastados por contaminação pela covid-19 e outros 73, por sintomas de síndrome gripal. A Polícia Civil, por sua vez, já afastou este ano 111 servidores por conta da covid, sendo 104 com diagnóstico positivo e os outros sete, casos suspeitos.

A PC também ressalta que "os agentes usam máscaras durante operações e atendimento ao público". Nas delegacias, medidas necessárias para prevenir a contaminação foram adotadas. A instituição ainda diz que ainda estimula e reforça a importância da vacinação entre os agentes de segurança.

"Todos os policiais acima de 59 anos, cerca de 30% do efetivo, tomaram as doses necessárias em municípios do interior e na Baixada Fluminense. Além disso, cerca de 4 mil agentes da capital e das delegacias especializadas tomaram todas as doses. Ou seja, pelo menos 90% dos servidores da Secretaria de Estado de Polícia Civil estão vacinados com todas as doses", afirmou em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos