Homem que baleou três na Liberdade se entrega

SÃO PAULO - O rapaz que atirou em três pessoas na manhã desta quinta-feira no bairro da Liberdade, na capital paulista, se entregou à polícia por volta das 17h10. Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) acompanhou as negociações intermediadas por policiais militares no sobrado situado na Rua Castro Alves, 100. A ação durou cerca de nove horas.

Leia mais:
Tiro contra escritório de campanha de Obama
Atirador mata 20 pessoas em mesquita no norte da Nigéria
População faz manifestação em apoio à garota baleada


A informação inicial era que o atirador, identificado como Fernando Gouveia, de 32 anos, seria um ex-militar do Exército e sofre de esquizofrenia. A negociação foi delicada e difícil por conta do estado mental do indivíduo, que mora no local com sua mãe - a mulher conseguiu sair do local após os disparos. Ela recebeu assistência do SAMU e coopera com os policiais na negociação. De acordo com ela, o filho tem diversas armas em casa.

As três vítimas baleadas, dois homens, com 49 e 37 anos, e uma mulher, de 45 anos, foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros na altura do número 1.073 da mesma rua, por volta das 8h30. As vítimas, uma psicóloga, um enfermeiro e um oficial de justiça, que foram ao local para internar o atirador, foram recebidos a balas.

Os feridos foram levados Pronto Socorro do Hospital do Servidor Público Municipal, e estão em estado estável, como informou a Secretaria Municipal de Saúde. Segundo informações preliminares, um deles foi atingida no pescoço, outro na boca e um outro na região do abdômen.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias