Polícia neutraliza homem armado em campo de golfe da Trump Organization

Polícia bloqueia entrada no Trump National Doral de Miami, depois que um homem abriu fogo no lobby desse resort de golfe

A Polícia da Flórida baleou um homem armado que abriu fogo no hall de entrada de um campo de golfe, de propriedade da Trump Organization, perto de Miami, e gritou contra o presidente dos Estados Unidos - informaram autoridades americanas nesta sexta-feira (18).

As Polícias de Doral e de Miami-Dade responderam aos relatos de tiros no resort de golfe Trump National Doral nas primeiras horas da manhã.

"O cara entrou, sacou uma bandeira na parte de trás do resort e a levou ao hall de entrada, abrindo-a na recepção. Ele começou a gritar palavras anti-Trump", indicou o chefe da Polícia de Miami-Dade, Juan Perez, em coletiva de imprensa.

Perez indicou que o agressor, um morador de 42 anos de Doral, disparou contra o teto do hotel. Acredita-se que "ele tentou visar nossos policiais (em) algum tipo de emboscada".

Os agentes responderam, abrindo fogo contra o homem, que recebeu "vários tiros nas pernas", relatou Perez.

O sujeito "está estável em um dos nossos hospitais locais", acrescentou.

Um policial sofreu uma fratura em um braço, "produto de uma queda durante o confronto", disse o chefe de Polícia.

O prefeito de Doral, Juan Carlos Bermudez, disse que nem os funcionários nem os hóspedes do hotel foram feridos.

Eric Trump - filho do presidente Donald Trump e vice-presidente executivo da Trump Organization - se manifestou no Twitter: "Um grande obrigado aos incríveis homens e mulheres" dos dois departamentos de Polícia.

"Somos muito gratos a vocês", completou.