Polícia pede prisão de suspeito de tentativa de assalto em frente a casa do prefeito de SP

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO ,SP (FOLHAPRESS) - A polícia vai pedir ainda nesta quinta-feira (2) a prisão temporária de cinco dias do homem que pilotava uma moto em uma suposta tentativa de assalto em frente a casa do prefeito de São Paulo, RIcardo Nunes (MDB), na manhã de quarta-feira (1º), na zona sul da capital paulista.

O comparsa dele, que estava na garupa da motocicleta, foi morto após dois policiais militares à paisana, que fazem a segurança do político, reagirem.

A reação dos dois agentes foi registrada por uma câmera de monitoramento, que mostra uma policial atirando ao menos duas vezes, assim que a moto para ao lado do carro ocupado pelos PMs, um Toyota Corolla preto.

"Conseguimos descobrir que a moto foi furtada em junho deste ano na região do Campo Limpo [zona sul]. O piloto conta com passagens. Quando menor de idade, ele se envolveu em furto e adulteração de chassi de veículos", afirmou o delegado Fábio Baena Martin, titular da Cerco (Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas) da 6ª Delegacia Seccional, na manhã desta quinta.

O condutor da moto, acrescentou o policial, é conhecido como "22". Ele é investigado por supostamente participar de outros roubos, assim como o comparsa morto. "Mas prefiro esperar os exames do IML [Instituto Médico Legal] para divulgar a identidade dos criminosos", explicou o delegado titular.

As imagens da câmera de monitoramento mostram os policiais no Corolla estacionado em frente a casa de Nunes, quando foram abordados pelos dois criminosos em uma moto. Um deles acabou anunciando o assalto, segundo a policia.

Os agentes reagiram e o garupa foi atingido, também de acordo com a polícia. Outra câmera mostra o momento em que a policial da escolta do prefeito faz o disparo e seu companheiro sai em direção do homem atingido, que corre na contramão da rua. O piloto foge com a moto.

"Foram dados ao menos cinco tiros, contabilizando os disparos feitos por ambos os PMs. O garupa acabou ferido em uma das pernas e no tórax, mas conseguiu ainda correr alguns metros, até cair na rua", acrescentou o delegado da Cerco.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e constatou o óbito no local. O caso foi registrado pelo 11º DP (Santo Amaro).

O pedido de prisão temporária seria enviado ao TJ-SP (Tribunal de Justiça de Sâo Paulo) até a tarde desta quinta, disse ainda o policial.

Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), os roubos de veículos aumentaram em 11,3% na região onde o prefeito mora, sendo 79 casos entre janeiro e julho do ano passado e 88 no mesmo período deste ano.

A prisão de suspeitos também aumentou, em 61%, ainda de acordo com a pasta, quando comparadas as 189 ocorridas nos sete primeiros meses do ano passado com as 306 do mesmo período deste ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos