Polícia prende 120 pessoas no Irã por 'bailes mistos' e 'consumo de álcool'

A polícia iraniana deteve 120 pessoas por "consumo de álcool" e " bailes mistos" durante uma festa "ilegal" organizada em uma floresta na província de Mazandaran, no norte do Irã, informou a imprensa estatal neste domingo (19).

Na Índia: Casa de idosa morta por elefante foi destruída por manada durante o funeral dela

Vídeo: Cachorro acende fogão por acidente e causa incêndio em cozinha nos EUA

Vídeos: Problema no sistema de controle de bagagens transforma aeroporto de Londres em 'mar' de malas

Os participantes da festa "foram detidos pela polícia da moral pública e foram processados", disse o chefe do Poder Judiciário da província, Mohamad Sadegh Akbari, citado pela televisão estatal Irib.

De acordo com Akbari, os "atos criminosos" cometidos em uma floresta na cidade de Neka incluíam "consumo de álcool, relacionamentos ilícitos, bailes mistos e não usar o hijab".

Muitos iranianos que querem escapar do caos da vida urbana migram para o norte para excursões pela natureza, ou atividades de lazer.

De acordo com a lei islâmica em vigor no Irã desde a Revolução de 1979, porém, as mulheres devem usar um hijab que cubra a cabeça, o pescoço e o cabelo.

E apenas os cidadãos não-muçulmanos estão autorizados a consumir álcool no âmbito de cerimônias religiosas. Além disso, é proibido dançar com alguém do sexo oposto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos