Polícia prende dois empresários em investigação sobre quadrilha que revende armas para o crime

Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) prenderam em flagrante na tarde desta quinta-feira, em Rio Bonito, Região Metropolitana do Rio, os empresários Heitor Ribeiro Filho e Diogo Fonseca Ribeiro Peixoto. Segundo a Polícia Civil, os homens fazem parte de uma quadrilha que compra armas apresentando documentação falsa para posteriormente revender os equipamentos para criminosos.

Covid-19: Cidade do Rio recebe 113 mil novas doses, e vacinação de adultos será retomada na próxima segunda-feira

Em liberdade: Entregador baleado e mantido sob custódia em hospital recebe alta e vai para casa após decisão da Justiça

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Diogo, sobrinho de Heitor, já havia adquirido nas mesmas circunstâncias outra arma de fogo, uma pistola Taurus 9mm. Os agentes foram até a residência de Diogo, e o rapaz foi autuado pela posse de arma de fogo com uso de documento falso, já que sua documentação era irregular.

Segundo o delegado Adriano França, durante o momento da abordagem, Heitor Filho tentou se desfazer da pistola deixando-a sobre o balcão da loja, além de tentar fugir da equipe de policiais que o aguardava do lado externo.

Exibição em vídeo: Após postagens nas redes sociais, PMs que faziam segurança de rapper Orochi são presos por porte ilegal de arma

Ambos os empresários vão responder por posse de arma de fogo com uso de documento falso.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações continuam com auxílio de outras Unidades para identificar demais integrantes que adquiriram armas de fogo com documentação falsa. A Polícia Civil afirma ainda que pediu ao Exército a instauração de um Inquérito Policial Militar (IPM), a fim de identificar a suposta participação de militares no esquema criminoso.