Polícia prende grupo que aplicava golpe de falso empréstimo na Baixada Fluminense

Agentes da 52ª DP (Nova Iguaçu) prenderam 18 pessoas em flagrante durante uma operação realizada nesta quarta-feira. O grupo, que aplicava golpes em falsos empréstimos consignados, foi preso em dois endereços no Centro de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Eles vão responder por organização criminosa.

Segundo as investigações, a quadrilha fazia contato com as vítimas, para as quais se identificavam como representantes do INSS ou de uma instituição bancária. Na abordagem, apresentavam uma falsa possibilidade de renegociação de dívidas em empréstimos anteriores, com juros menores, se as pessoas contratassem um novo empréstimo, com valores repassados para uma conta da empresa.

A princípio, sete pessoas que eram clientes de uma mesma instituição financeira tiveram prejuízo de aproximadamente R$60 mil com o golpe. O objetivo das investigações, agora, é identificar outras vítimas e avaliar o faturamento total do grupo, assim como a presença de outros integrantes na quadrilha.

De acordo com a Polícia Civil, o grupo estava sob investigação há cerca de dois anos. Durante o período, assumiram diferentes nomes de pessoas jurídicas para chamar menos a atenção. Além disso, chegaram a começar a aplicar os mesmos golpes em outros estados, como São Paulo e Minas Gerais, no intuito de dificultar o trabalho da polícia.

A denúncia de uma pessoa que passou por treinamento promovido pelo grupo foi o que possibilitou a realização da operação. A denunciante resolveu procurar a delegacia ao perceber, durante o treinamento, que a atividade exercida ali se tratava de um golpe. No momento da prisão, dois criminosos tentaram pular pela janela do escritório, localizado no oitavo andar de um edifício em Nova Iguaçu, mas foram detidos pelos policiais.