Polícia prende homem por estupro de menina de 9 anos em comunidade do Rio

Policiais da 13ª DP (Ipanema) cumpriram um mandado de prisão temporária contra o ajudante de pedreiro Neilson Brandão de Oliveira pelo crime de estupro de vulnerável. De acordo com investigações da distrital, ele, que trabalha com obras na comunidade do Pavão-Pavãozinho, na Zona Sul do Rio, teria apalpado as partes íntimas de uma menina de 9 anos, na última quarta-feira. No dia seguinte, a criança contou sobre os abusos para uma psicóloga da escola onde estuda. Na delegacia, o homem confessou o crime.

Gabriel Monteiro: Vereador do Rio vira réu por importunação e assédio sexual; 'Creio na Justiça', diz ex-assessora

Segundo o delegado Felipe Santoro, titular da 13ª DP, ao ter conhecimento do estupro, a profissional da escola contactou a mãe da vítima. A mulher procurou então Neilson e ele confirmou a informação, mas disse não saber o motivo de “ter feito aquilo” e pediu desculpas.

Entenda: Golpe da portabilidade do salário: nova fraude faz pagamento 'sumir' da conta das vítimas

Ao ser intimado a depor, Neilson afirmou ter “sentido vontade de passar a mão nas nádegas” da vítima e admitiu já ter praticado o crime contra outras crianças da comunidade. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável e encaminhado ao sistema prisional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos