Polícia prende homem que matou idoso a facadas na Baixada Fluminense

Agentes da 60ªDP (Campos Elíseos) prenderam, na tarde desta segunda-feira, um homem acusado de matar a facadas um idoso de 73 anos em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O autor do crime, identificado como João Willmis de Pontes, confessou o crime, que aconteceu no dia 31 de dezembro. João Willmis e Manoel dos Santos, que morreu após ser golpeado com facadas nas costas, eram caseiros em propriedades na região do Parque Fluminense e tiveram um desentendimento.

Crime no Centro: Mulheres que mataram guia de turismo a facadas pediram ajuda a ex-marido de uma delas para fugirem

Reação: Presas por assassinato de guia de turismo foram agredidas por traficantes após crime

No dia do crime, a vítima deu entrada no Hospital Adão Pereira Nunes por volta das 18h30. Ele morreu dias depois da entrada na unidade. Segundo relatos obtidos pela Polícia Civil, o crime aconteceu após a vítima ter cortado a cerca que divide as propriedades em que eles eram caseiros. Na ocasião, animais teriam invadido o sítio que o autor do crime tomava conta, causando discussão entre eles.

Trauma: 'Choro todas as vezes que me lembro': vida de vítima de estupro após o parto virou de cabeça para baixo

Em um áudio, o autor das facadas confessa, dá detalhes do crime e diz que chegou a amolar a faca com a lixadeira de um amigo:

"Esse velho é muito marrento. Bebe, esculhamba no meio da rua. Chama a mulher de não sei de quem, de não sei de quê. Aí falou na minha. Passou um mês, dois, três, cinco e a mulher comendo meu juízo dentro de casa. Eu fui em casa, peguei o facão e uma faquinha bem amoladinha. Se tivesse com arma estourava os dois miolos dele, mas vou matar de faca que é mais gostoso sentir o sangue descendo".

O caseiro João Willmis vai responder pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e com emprego de tortura ou outro meio insidioso ou cruel.