Polícia prende médico que mantinha paciente em cárcere privado após erro

Policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher de Duque de Caxia, no Rio de Janeiro, prenderam o médico Bolívar Guerrero Silva, cirurgião plástico acusado de manter uma paciente em cárcere privado em um hospital particular na Baixada Fluminense. As informações são do portal g1.

O médico mantinha uma mulher em cárcere privado há cerca de dois meses, desde que um procedimento estético na barriga deu errado. Os agentes que estiveram no hospital resgataram a vítima, além de prender Bolívar Guerrero Silva.

À polícia, a família afirmou que era estava presa no hospital. A tia da vítima teria procurado as autoridades para relatar o que estava ocorrendo. Em março, a mulher passou por uma abdominoplastia e, em junho, voltou ao hospital para passar por outras três intervenções.

Algo no procedimento deu errado e, segundo a família, a paciente teve uma parte da barriga necrosada. A polícia investiga se o plástico e toda a equipe médica estariam impedindo a mulher de ser transferida para outra unidade de saúde.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos