Polícia prende seis motociclistas por informarem motoristas de van sobre fiscalização

·1 minuto de leitura

Policiais da Draco prenderam em flagrante nesta quarta-feira seis homens acusados de serem "batedores e informantes" de motoristas de van. De acordo com informações da Polícia Civil, o grupo ficava na porta do Departamento de Transporte (Detro), no Centro do Rio, acompanhando os carros de fiscalização e avisando em tempo real aos condutores de transporte alternativo. O objetivo, segundo as investigações, era impedir que os fiscais localizassem os veículos irregulares e "piratas".

Os seis homens foram autuados em flagrante pelos crimes de atentado contra a segurança do serviço de transporte e associação criminosa. Eles podem ser condenados a até oito anos de prisão.

No ano passado, a Draco prendeu em flagrante Adriano Costa de Souza, conhecido como 06, e Wagner Gomes da Silva, o Baixinho. Segundo as investigações, eles alertartavam os milicianos da quadrilha de Wellington da Silva Braga, o Ecko, sobre a movimentação de viaturas da Polícia Civil. Na época, Baixinho administrava grupos de WhatsApp com quase 400 integrantes. Ele já foi solto pela Justiça.

As prisões da Draco fazem parte de uma Força-Tarefa contra as milícias no estado do Rio, realizada pelas Delegacias do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e pela DRACO. No total, 19 pessoas foram presas na ação desta quarta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos