Polícia prende suspeitos de integrar quadrilha que aplica golpes bancários

·1 minuto de leitura

Policiais da Subsecretaria de Inteligência (Ssinte), em conjunto com a 35ª DP (Campo Grande) prenderam nessa quarta-feira dois suspeitos de fazerem parte de uma quadrilha que aplica golpes bancários. Paulo Eduardo Carneiro Santos e Gabriela Mariano da Silva foram capturados em flagrante em uma casa em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio.

Na residência, os policiais encontraram cartões de crédito, envelopes de correspondência de entrega de cartões rasgados, uma máquina para leitura e pagamento em cartão, um computador com software utilizado para ligar para as vítimas se passando por funcionários de bancos, além de um colete, boné e bolsa do Correios.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, a quadrilha consta com dois núcleos. Um deles faz o trabalho de campo, adquirindo cartões de crédito extraviados do Correios. Os cartões são repassados para o outro núcleo, que atua com o objetivo de ligar para as vítimas simulando um teleatendimento do banco com o objetivo de furtar seus dados bancários.

De acordo com informações da polícia, quando os agentes chegaram, Paulo Eduardo tentou se desfazer de alguns materiais apreendidos. Ele admitiu aos policiais que é funcionário tercerizado do Correios, por isso tem uniforme de carteiro. Paulo Eduardo e Gabriela foram autuados em flagrante por associação criminosa e estelionato.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos